=======================APROVEITE=========================

terça-feira, 25 de julho de 2017

FRAMES-RETRÔ: “Os Garotos Perdidos” – Vampiros e Mullets na capital mundial dos assassinatos

Fábio Pereira 
xanderfbi@hotmail.com 

Muito antes de os vampiros serem reduzidos a criaturas que brilham na luz, vivem romances açucarados e não impõem medo em ninguém, o cinema da década de 1980 já nos brindava com um filme que é uma referência, até hoje, quando se fala sobre os sugadores de sangue. 
“Os Garotos Perdidos” pode até ser enquadrado na categoria “Sessão da Tarde”, mas está muito além disso. A película, sob a direção entusiasmada de Joel Schumacher (do ótimo “Linha Mortal”), deu um ar de jovialidade no segmento que era mais direcionado ao Homini Nocturna mais conhecido do cinema contemporâneo, o Conde Drácula. Mas esqueça dos castelos empoeirados de séculos passados e atores com roupas esvoaçantes! Nesse terror - estrelado por um hoje sumido Jason Patrick (de Sleepers – A Vingança Adormecida), os “Coreys” que fizeram sucesso em diversos outros filmes, uma Dianne Wiest (de Edward Mãos de Tesoura) em atuação discreta e um Kiefer Sutherland anos luz de distância do conhecido Jack Bauer - o clima adolescente impera e boa parte da cultura dos Anos 1980 é bem retratada na tela, enchendo os olhos dos adoradores daquela maravilhosa época. 
Jamison Newlander, Corey Haim e Corey Feldman: vítimas da moda
Na trama, após mudarem para uma nova cidade no norte da Califórnia (Santa Carla – A Capital Mundial dos Assassinatos, batizada numa pichação em um outdoor), dois irmãos adolescentes e sua mãe se veem envolvidos nos mistérios de uma gangue de motoqueiros que escondem muito mais que seus Mullets podem encobrir. 
The Lost Boys é um daqueles filmes que a gente sente prazer em rever inúmeras vezes, não somente pela trama bem amarrada, mas também por diversos outros fatores, como os figurinos da época, - que hoje podem parecer de vítimas da moda, como um dos personagens secundários eloquentemente caracteriza – o visual Rock Mullet dos vampiros, a influência hippie também nas indumentárias e a maravilhosa trilha sonora, que atua quase como um personagem extra, complementando as sequências com músicas do INXS e Echo and The Bunnymen (numa versão da maravilhosa “People Are Strange” do The Doors), entre outras. 
Os vampiros e seus visuais com influências Rock Mullet e Hippie
Para os mais sensíveis, armem-se com água benta e estacas e apreciem a viagem. 

Em tempo: Prestem atenção no personagem do ator Barnard Hughes (de Dr. Hollywood – Uma Receita de Amor). Ele tem um papel bem divertido na conclusão da trama. 


“Nunca convide um vampiro para a sua casa, garoto bobo. Ele te deixa sem poderes.” – Max. 


Os Garotos Perdidos (The Lost Boys, EUA, 1987). Elenco: Jason Patrick, Corey Haim e Dianne Wiest. Direção: Joel Schumacher. 


TRAILER 

 

Fotos: Divulgação/Internet.
Informações adicionais: IMDB.

Nenhum comentário: